NOSSA HISTÓRIA

A instituição do município de Jambeiro data de 1876, quando pela Lei Provincial n° 56, de 30 de março desse ano, foi a Freguesia de Nossa Senhora do Capivarí, de Caçapava, elevada à categoria de Vila, ganhando assim a sua emancipação política.
Por Lei Provincial n° 36, de 08 de maio de 1877, a vila do Capivarí recebeu o nome de Vila de Jambeiro, sendo, em 10 de agosto de 1878, solenemente empossada a primeira Câmara Municipal. A nova Vila ficava fazendo parte da Comarca de São José dos Campos, unida ao termo de Caçapava. Anteriormente foi Jambeiro uma povoação que começou a formar-se em 1871, no bairro de Nossa Senhora das Dores, cuja construção nos terrenos doados pelo capitão Jesuíno Antonio Batista foi permitida por Provisão de 03 março desse ano, do então Vigário Geral Bispado, Padre Dr. Joaquim Gonçalves de Andrade.
Prontamente construída a capela, foi solenemente benzida no dia 17 de setembro de 1871 pelo então Vigário de Caçapava, Cônego Francisco Marcondes do Amaral Rodovalho, que nela celebrou a primeira missa.
No ano seguinte (1872) foi, em razão da necessidade da povoação não só considerada Capela Curada por previsão de Vigário Geral, datada de 19 de março, como também pela Lei Provincial n° 52, de 10 de abril, elevada à categoria de Freguesia, ficando claramente determinadas as suas divisas com os municípios limítrofes, sendo nomeado seu primeiro Vigário o padre João Pereira Ramos.
Aumentando dia a dia a nova freguesia de Capivarí e sendo pequeno o terreno doado pelo fundador da mesma, Capitão Jesuíno Antônio Batista à Padroeira, a família Almeida Gil, permitiu a construção de casas em terrenos seus e limítrofes daquele, estendendo por essa forma o perímetro da freguesia que, por Lei Provincial n° 56, de 30 de março de 1876 é elevada à categoria de Vila, unida ao termo de Caçapava e fazendo parte da Comarca de São José dos Campos, pela Lei Provincial n° 36 de 08 de março de 1898, foi Jambeiro elevada à categoria de cidade, crescendo rapidamente graças às riquezas criadas pela produção de café, chegando o município a ter, por volta de 1920, cerca de 10 mil habitantes.
Com a queda dos preços da café no mercado mundial e a crise que se seguiu, o município, como todo o país, sofreu as conseqüências. Jambeiro foi mais prejudicado porque praticamente toda sua riqueza se baseava na produção do chamado ouro verde. A economia jambeirense passou a então se basear na pecuária leiteira, a qual, pela pouca mão-de-obra que emprega, acabou por abrigar o êxodo de jambeirenses para diversos pontos do Estado, diminuindo, assim, sensivelmente a população do município. A instituição do município de Jambeiro data de 1876, quando pela Lei Provincial n° 56, de 30 de março desse ano, foi a Freguesia de Nossa Senhora do Capivarí, de Caçapava, elevada à categoria de Vila, ganhando assim a sua emancipação política. Jambeiro, conta com um excelente clima, uma boa qualidade de vida, e a sua proximidade com os grandes centros urbanos do Vale do Paraíba fez com que também se desenvolve o turismo.

Uma plataforma para você gerenciar o site da sua prefeitura.